Pergunta: Parece que o Supremo ama você mais do que Ele ama a Si mesmo.

Sri Chinmoy: Se pensar em Deus no plano físico, ou vital, ou mental, ou psíquico, ou em qualquer outro plano exceto o Seu próprio plano mais elevado, então Ele terá mais amor por mim do que por Si mesmo. Onde há um sentimento de separação entre Deus e eu, e eu estou um centímetro abaixo Dele, então Ele terá mais amor por mim, pois sou Seu descendente. A mãe sabe que seu filho está um degrau abaixo. O filho veio a partir da mãe. Portanto, a mãe possui mais amor pelo filho do que por si mesma.

O Criador possui mais amor pela Criação do que por Si mesmo. Se o Criador sente que Ele e Sua Criação estão no mesmo nível, então eles são um e insperaravelmente um. Nesse caso, se você chamar alguém de Criador, então a Criação também é o Criador. Se você chamar algo de Criação, o Criador também será aquela coisa. Se ambos possuem o mesmo nível, então você não conseguirá separá-los. E nessa hora, quem ama mais a quem? O Supremo me ama mais quando eu oro para a minha consciência mais elevada. Mas quando de fato entro em minha consciência mais elevada, nessa hora não há diferença entre o Supremo e eu. Minha consciência inferior e minha consciência superior são uma. É por isso que às vezes peço que meus discípulos tentem realizar o Supremo em mim. Chegará o dia em que os discípulos terão de realizar o Supremo em si mesmos. Mas não há diferença. Do ponto de vista mais elevado, o Supremo nos discípulos e o Supremo no Mestre são um.

Sri Chinmoy, Grandes Mestres e os Deuses Cósmicos.Primeira publicação de Agni Press em 1977.

Este é o livro número 344th escrito por Sri Chinmoy desde a sua vinda ao Ocidente, em 1964.

Aviso:

Se você estiver exibindo o que você copiou em outro site, por favor, inclua as seguintes informações, conforme os termos da licença:


por Sri Chinmoy
Do livro Grandes Mestres e os Deuses Cósmicos, disponibilizado sob a licença Creative Commons license

Close »