Meu Senhor, eu bem sei...

“Meu Senhor, eu bem sei que Você é Bondade e Compaixão infinita, mas onde Você estava antes?
Vinte e oito anos atrás Você veio até mim com incontáveis desejos.
Onde estavam então a sua Bondade e Compaixão?”

“Minha criança, essa sua acusação é falsa.
Eu não fui até você com infindáveis desejos.
Foi você que queria constantemente brincar com seu irmãos e irmãs da escuridão: os desejos.
Você não dava atenção aos seus irmãos e irmãs da luz: a aspiração.”

“Perdoe-me, meu Senhor Supremo, eu retiro minha acusação desavergonhada.”