Amar, eu devo sempre....

Amar, eu devo sempre.

Quando amo a humanidade, sou o objeto constante

De admiração no mundo exterior.

Quando amo a Deus, sou o objeto

De constante admiração no mundo interior.


From:Sri Chinmoy,Os segredos revelados do meu Senhor, Agni Press, 1973
Fonte: https://pt.srichinmoylibrary.com/lsr